Bad Things ocupa a posição #17 nos Melhores Hits Pop de 2016 pelo Headline Planet

30 dez 2016

O site Headline Planet fez uma lista com os 20 Melhores Hits Pop de 2016, e Bad Things não ficou de fora! Confira a tradução abaixo do que o site escreveu sobre a música de Machine Gun Kelly e Camila Cabello:

“I Know What You Did Last Summer”, colaboração de 2015 da Camila Cabello com o Shawn Mendes e primeiro single sem Fifth Harmony, não nos disse nada que já não soubéssemos.

Ela [a música] mostrou a voz de Cabello (particularmente na sua ponte), mas já sabíamos que ela sabia cantar pelo seu trabalho em Fifth Harmony. Foi um single decente e razoavelmente bem sucedido mas também foi uma música do tipo de Shawn Mendes que foi promovida como sucessora do seu single destaque “Stitches”.

Cabello não deixa espaço para ambiguidade ou incerteza com seu trabalho em “Bad Things”. Ela é uma estrela, e uma das talentosas. (E ela terá que ser pois recentemente se separou de Fifth Harmony).

A vulnerável, e ainda assim certeira, apresentação de Cabello no refrão de “Bad Things” marca uma das performances destaques do pop desse ano. O refrão é uma fiel interpolação do single de Fastball dos anos 90 “Out Of My Head”, mas as não convencionais mudanças de notas e perfeitas oscilações entre fortes e suaves tons resume a idéia de “tornar o seu próprio”. Ela não está simplesmente cantando bem; ela está cantando como “Camila Cabello”.

O resultado é revelador, essa é pra valer. Cabello soa ótima durante o refrão apresentando uma envolvente ponte e combinando bem com Machine Gun Kelly. A performance de MGK é o ponto notável da discussão. Alguns criticaram seu rap e a revista Time especificamente mencionou sua performance citando “Bad Things” como uma das piores músicas do ano. Qualquer crítica é incorreta. Não, o rap de MGK não é bom de uma forma memorável, mas é muito eficaz de uma forma “pop rap”. Ele apresenta as suas falas com a intensidade e “presença” necessárias para capturar aqueles que escutam pop e estão acostumados a desligar nas partes do rap. A sua voz (tanto na parte do rap quanto na parte cantada do pré-refrão) também soa bem na sua própria forma e em contraste com a de Cabello. “Bad Things” pode ser um momento próprio para nascer uma estrela para a antiga membro de Fifth Harmony mas MGK pode não a acompanhar. Os esforços complementarias resultam em uma ótima música, uma que merece ser uma das melhores em toda a música. Uma que merecidamente está na nossa lista de Melhores Hits Pop de 2016.”

Fonte: Headline Planet | Tradução & Adaptação: Camila Cabello Brasil

Comments

comments

COMENTÁRIOS